joão e natanael

joão e natanael

nazário e zé baixinho

nazário e zé baixinho

edézio e joão

edézio e joão

dannilo e danilo

dannilo e danilo

humberto e márcia

humberto e márcia

givaldo e doriel

givaldo e doriel

amanda e wando

amanda e wando

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Com queda do Brasil, Copa 2018 terá final inédita.

A Copa do Mundo de 2018, na Rússia, terá uma final inédita. Com a eliminação do Brasil para a Bélgica, não há mais possibilidade de uma decisão repetida no maior torneio de seleções do planeta, que tem ainda quatro "não-campeões" na disputa.

A única possibilidade de final que já ocorreu era Brasil e Suécia, que decidiram a edição de 1958, a primeira vencida pela seleção. Independentemente de quem vença os confrontos daqui em diante, a decisão da Copa de 2018 será inédita.

Além de França e Bélgica, que farão uma das semifinais, seguem na briga Rússia, Croácia, Suécia e Inglaterra, que definem o outro confronto da próxima fase neste sábado (7). Dessas seis, apenas França (1998) e Inglaterra (1966) já foram campeãs mundiais.

Também é a primeira vez desde 1930 que Brasil, Itália ou Alemanha, donos de 13 títulos, não ficam entre os quatro primeiros colocados. Já a última decisão inédita ocorreu em 2010, entre Holanda e Espanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário