Mensagem: Danniel Godoy; Inova Consultoria; Manoel Messias

Mensagem: Danniel Godoy; Inova Consultoria; Manoel Messias

Mensagem: Doriel Barros, Givaldo Cavalcante, Alexandre Piúta

Mensagem: Doriel Barros, Givaldo Cavalcante, Alexandre Piúta

Mensagens: Adriano, Jayme e Gilmar

Mensagens: Adriano, Jayme e Gilmar

Mensagens: Janio, Amanda e Bidé

Mensagens: Janio, Amanda e Bidé

Mensagens: Evandro

Mensagens: Evandro

domingo, 31 de dezembro de 2017

Bom Conselho fechou novembro com mais contratações com carteira assinada do que demissões.

A cidade de Bom Conselho fechou o mês de novembro com mais contratações com carteira assinada do que demissões, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgado na quarta-feira, 27. No penúltimo mês do ano, houve 27 admissões no município contra 18 demissões, isto é, foram gerados 9 novos postos de trabalho. Esse número, porém, é menor em comparação com outubro, quando foram criadas 19 vagas no mercado de trabalho de Bom Conselho.

Os dados mostram que em novembro o comércio bomconselhense, assim como em outubro, foi quem mais contratou. Ao todo, foram 15 novos postos de trabalho criados, contra 4 demissões. No mês anterior, foram 16 admissões e 8 vagas de emprego fechadas. Na contramão da geração de emprego com carteira assinada em Bom Conselho, o grande vilão foi o setor de Serviços que em novembro demitiu mais do que contratou. Foram 5 vagas abertas, e 7 fechadas, saldo negativo de -2.

No acumulado deste ano até novembro, foram criadas, no total, 292 vagas com carteira assinada em Bom Conselho, porém houve no período 231 demissões, gerando assim um saldo de 61 empregos formais. Já entre novembro de 2016 a novembro deste ano foram abertos 296 postos de trabalho e fechados 256, saldo de 40 oportunidades no mercado formal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário